Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), a motivação e a conduta dos turistas se caracterizam, cada vez mais intensamente, pelo crescimento da seletividade ao escolher o destino, da sensibilidade pelo meio ambiente e cultura locais e pela exigência de qualidade da experiência.

Por sua vez, O Ministério do Turismo avalia que o turismo convencional pode levar ao esgotamento dos recursos naturais, assim como à descaracterização cultural e desequilíbrio social. Assim, em contraponto, define que o turismo sustentável é a atividade que satisfaz as necessidades dos turistas e as necessidades socieconômicas das regiões receptoras, enquanto a integridade cultural, a integridade dos ambientes naturais e a diversidade biológica são mantidas para o futuro.

Acreditamos que o turismo sustentável de base comunitária deve ser a base principal da economia local no Lagamar, em especial para os povos indígenas e para as comunidades tradicionais tão intrinsecamente ligadas aos ecossistemas da mata atlântica.

Assim, a valorização e o fortalecimento da relação direta com esses povos e comunidades parceiros é a base primordial de todos os roteiros que propomos, os quais alinham-se e fundamentam-se nos conceitos da Economia Solidária e do Comércio Justo como forma de firmar o compromisso social com os povos que nos acolheram no maior pedaço de Mata Atlântica do Mundo.

Texto: Fernando Oliveira

Fonte de consulta: Matimpererê Turismo de Experiência

Category
Tags
No Tag

No responses yet

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: